3 meses atrás

Adoção de gatos: o que pais de primeira viagem precisam saber

por Imaginarium

Ter um animalzinho de estimação não é coisa simples, não é uma decisão de uma dia pro outro! Claaaro que o que a gente mais quer é ver todos os pets do mundo em um lar cheio de amor, só que envolve muita responsabilidade pra dar tudo certo pro humano e pro gatíneo também.

Tá pensando em adoção de gatos? Chega mais! 

#1 São independentes

Talvez esse seja um dos motivos para quem procura um gato (além de taaantos outros, né?). É que eles têm aquela fama de serem independentes – e são mesmo. Alguns são mais chegados, ficam perto e vivem pedindo carinho. Pra outros, esses momentos são mais raros e eles sabem mais se virar sozinhos. Só que com to-dos é preciso dedicar um tempo pra dar comida, água fresca, limpar a caixinha e até ficar junto. Essa interação e companhia é fundamental pra ele ser feliz e até se exercitar!

#2 Pulam de altas distâncias

Esse é um cuidado que você precisa ter, tanto é que muitas pessoas colocam telas em sacadas e janelas. Ou se você mora em casa cercado por muro é importante que você saiba que ele tem como chegar até lá – e voltar também, caso saia.

#3 Podem estar em qualquer cantinho da sua casa

Sério, eles sobem, descem, escalam… Tudo na maior facilidade. E pode acontecer de você não encontrar ele em alguns momentos até descobrir os seus lugares favoritos. Dica: olhe para cima, em sacolas, caixas e em baixo de qualquer coisa também.

#4 Precisam de brinquedos

Tem muito brinquedo legal para entreter os felinos por aí. Um exemplo é o arranhador e nós demos o passo a passo para você fazer em casa aqui. Isso diminui a possibilidade de ele arranhar seus móveis, roupas ou o que der vontade.

#5 São cheios de manias

A caixinha não pode estar perto da comida. Eles reclamam quando tem um coco na caixinha de areia até você limpar. Não gostam quando tem pouca ração no potinho.

#6 Dão presentes

Eles caçam insetos e, sim, podem querer dar de presente para você. Pode ser estranho, mas, ó, pensa nisso como um gesto de carinho. A intenção é boa, né não?

#7 “Conversam” com os movimentos e posições

Assim como os cachorros, eles têm uma linguagem que permite que a gente entenda um pouco o que eles querem dizer: se estão incomodados, em alerta, relaxados e por aí vai. Tem uma imagem bem explicativa aqui, ó.

#8 Plantas em alerta

Na verdade, aqui vale pros dois “lados”: tanto as plantas podem fazer mal para a saúde do gato, quanto os gatos podem fazer mal para as plantas, rs. Aqui tem um post só sobre as plantas que você pode ou não ter em casa com gatos.

A gente é suspeito, porque ter um gatinho em casa é muito maravilhoso <3

E tem vários produtos de/para petscontamos como comprar na Imaginarium e ainda ajudar 6 ONGS protetoras de animais pelo país. Vem fazer parte disso!

Posts relacionados:

Comentários: