3 anos atrás

Sereiando por aí: DIY tiara de sereia

por Imaginarium

Sim, o sereísmo pegou a gente de jeito. Estamos in love pelo verde e azul, as cores metálicas, as conchas e o cheiro de fundo do mar. Como ninguém aqui pode ser pequena sereia e morar lá com os peixes, vamos ser sereias da cidade mesmo. O passaporte pra isso tá aqui: essa tiara feita com conchinhas pra nenhum ser do mar botar defeito. Vem aprender como que faz:

Você vai precisar de:

  • Conchas de vários tamanhos e formatos
  • Miçangas pequenas na cor verde
  • Miçangas tipo escama-de-peixe
  • Miçangas tipo gotas peroladas
  • Cola tipo super-cola (ou fita dupla-face forte)
  • Feltro ou tecido comum
  • Tiara
  • Agulha e linha
  • Lápis
  • Fita métrica

Como fazer:

1. Antes de começar, organize seus materiais da maneira que você achar que vai ficar legal na sua tiara. Tire uma foto para servir de base mais pra frente.

2. Corte seu tecido de modo que cubra todo comprimento da tiara e que sobre bastante na largura. Deixe uns 3cm pelo menos a mais de cada lado, eles são importantes depois para o acabamento.

3. Marque o centro do tecido nas duas direções: horizontal e vertical.

4. Marque a largura da sua tiara no tecido, para você não prender as conchas e miçangas fora do lugar.

5. Comece pelas conchinhas. Posicione elas no tecido começando pelo centro, para ficar alinhada. Cole tudo.

6. Depois, posicione as miçangas maiores. No nosso caso eram as peroladas.

7. Continue com as miçangas menores preenchendo os espaços vazios entre as conchas. As miçangas escama-de-peixe nós prendemos pertinho do limite da largura da tiara, para ficar perto do cabelo quando for usar.

8. Faça isso ao longo de todo tecido.

9. Cole o tecido na tiara alinhando o centro dos dois.

10. Empurre um dos lados do tecido e cole na parte interna da tiara.

11. Faça o mesmo no outro lado, finalizando. Caso sobre tecido, você pode cortar o excesso antes de começar a colar.

12. Prontinha! Sua tiara está pronta. Agora é só sair para sereiar por aí ;)

 

Posts relacionados:

Comentários: